Reflexões de fim de ano

2
Postado dia 30 de dezembro de 2012 em Conversas paralelas

1. Quando a tranquilidade se manifesta no ônibus, penso que cada passageiro segue aquela viagem pensando no grande amor de sua vida.

2. Ônibus que não param para a gente são como romances cortados no início.

3. Que os meus olhos jamais se acostumem com a miséria que existe lá fora e que eu possa transformar a vida de pelo menos uma pessoa por dia.

4. O barulho do motor do ônibus abafa meus pensamentos mais tristes, enquanto a janela me enche de vontade de poder fotografar com os olhos.

5. Ônibus é como coração de mãe: sempre cabe mais um.